Você condiciona sua amizade à afinidade política?

Se sua resposta for sim, meus pêsames por sua postura antidemocrática. Somente a consciência de cada um pode e deve definir em quem votar ou não. A nossa consciência é soberana nesta decisão. Então, se você pressiona alguém, com sua chantagem emocional, sinto muito por seu espírito autocrático. O que vale mesmo, o que mostra quem você realmente é, não são suas palavras, mas a sua atitude. E se você condiciona sua amizade à afinidade política, ponha a mão na consciência amigo! Afinal, o que você quer que prevaleça, a amizade ou a divergência política? Por onde você quer caminhar? Na união ou no conflito? Na paz ou na guerra? Está na hora de desenvolvermos mais inteligência emocional. De fazer autocrítica antes de apontar os defeitos dos outros. Aprender a escutar o que o outro tem a dizer. Quem sabe ele não tenha uma boa ideia? Menos competição e mais colaboração. E esta é uma tarefa para cada um de nós, caso queiramos construir um Brasil e um mundo decente.

Sergio Savian

Tags: , , , , , , , ,