Se você se sentar à mesa do sucesso por um tempo vai se sentir entediado

Sabe por que? Fomos feitos para crescer e dar o melhor de nós mesmos para o mundo.Mas para entender para onde você deve ir e o que tem para oferecer é preciso encontrar o ser mais profundo, o si mesmo, seu self. E isso só vai acontecer se você tiver a coragem de abrir mão de tudo o que não verdadeiro em sua vida e se comprometer com o que realmente importa. O sucesso é só uma etapa da sua jornada. A melhor parte ainda está por acontecer!

Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamentos
(agende uma consulta presencial ou on line)

Cure o garoto e o homem aparecer√°

As mulheres reclamam quando os homens s√£o insens√≠veis mas tamb√©m reclamam e os corrigem quando eles t√™m atitude. Assim elas os infantilizam. Definitivamente as mulheres est√£o assumindo o poder. Mas junto deste poder elas tamb√©m se isolaram. Com toda a raz√£o, chegaram √† conclus√£o de que n√£o gostam de serem dominadas, mas precisam entender que os homens tamb√©m n√£o gostam. E a forma deles reagirem √© se afastando cada vez mais do relacionamento amoroso. Vivemos uma confus√£o entre o que √© considerado politicamente correto em nossa cultura e como as coisas acontecem de fato. E o fato √© que homens e mulheres t√™m suas qualidades, muitas vezes espec√≠ficas, que devem ser reconhecidas para que haja admira√ß√£o m√ļtua, atra√ß√£o e amor. Aqui vai uma dica: se voc√™ deseja ter um homem ao seu lado, pare de trat√°-lo como um menino. Ajude a curar o garoto e o homem aparecer√°.
Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamentos
(agende uma consulta presencial ou on line)

O sentimentalismo é muito chato!

O sentimentalismo √© uma emo√ß√£o superficial e d√©bil, sem causa justific√°vel; um excesso de emo√ß√£o ou sentimento como motivo de prazer. Voc√™ sente prazer em manipular, em desviar a aten√ß√£o de assuntos realmente importantes para outros que n√£o t√™m a import√Ęncia a que lhes atribu√≠. Seu desejo neur√≥tico √© continuar em conflito, repetindo e permanecendo em situa√ß√Ķes que causam sofrimento a voc√™ e aos que est√£o √† sua volta. Sentir √© muito bom, saud√°vel, mas quando a express√£o do seu sentimento √© exagerada, colocando-se como v√≠tima dos outros ou de uma situa√ß√£o, est√° na hora de crescer. Voc√™ pode n√£o perceber, mas quem convive com voc√™ acaba percebendo seu jogo e, com o tempo, perde a paci√™ncia. Afinal, em sua tentativa de manipular se torna muito chato!
Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamentos
(agende uma consulta presencial ou on line)

Até que ponto uma pessoa consegue aguentar tanta pressão num relacionamento?

Entrevista para o Programa THE LOVE SCHOOL
Record TV

Sergio Savian é psicanalista clínico especializado em relacionamentos. Atende em seu consultório em São Paulo e on line.

1) Até que ponto uma pessoa consegue aguentar tanta pressão num relacionamento?
Depende de cada um. Pessoas muito carentes tendem a aguentar mais pois temem ficar sozinhas caso coloquem limites ao seu agressor. Pessoas com auto-estima mais elevada n√£o se submetem a situa√ß√Ķes de viol√™ncia psicol√≥gica ou at√© mesmo f√≠sica. O relacionamento amoroso √© muito importante para a vida de todos n√≥s, mas tudo tem um limite. N√£o se pode nem deve continuar uma rela√ß√£o com alto grau de toxidade.

2) Existe um Limite? Qual?
Quando se altera a voz, falando mais alto, j√° √© um sinal de que √© preciso entender melhor o que est√° acontecendo. Xingar o outro, viol√™ncia f√≠sica. Acusa√ß√Ķes infundadas, tudo isso denota que a rela√ß√£o est√° enferma. Se n√£o houver uma mudan√ßa, se algo n√£o for feito, √© bem capaz que tudo piore.

3) Quais as rea√ß√Ķes mais comuns entre pessoas que chegaram ao limite?
Alguns partem para a agressão, outros se calam, pode ser que um dos dois abandone a casa, indo para um outro lugar. Na melhor das hipóteses o casal vai procurar uma orientação, uma terapia de casal, que vai ensiná-los a elaborar o que está acontecendo, na tentativa de encontrar saídas para os impasses. Uma coisa é certa, é preciso repensar a relação, é preciso aumentar o nível de consciência, fazer uma boa reflexão. Sem isto, a tendência é repetir  indefinidamente as atitudes doentias que levam ao conflito.

4) Quais os sinais que mostram que a pessoa pode explodir a qualquer momento?
Falta de diálogo, mudança de humor, isolamento, muitas horas na Internet, consumo exagerado de bebidas alcoólicas ou outras drogas, excesso de trabalho, enfim, tudo o que se pode fazer para fugir do contato com o outro são sinais de alerta de que a relação pode estar mal das pernas.

5) Que atitudes a pessoa deve tomar antes de explodir?
Ao perceber que houve altera√ß√Ķes de comportamento, que a rela√ß√£o est√° perdendo a vitalidade, que o humor foi alterado, o primeiro passo √© conversar. Uma conversa madura onde cada um dos dois fala sinceramente o que est√° sentindo e pensando. Esta conversa n√£o deve ser confundida com acusa√ß√Ķes m√ļtuas, que n√£o leva a uma boa resolu√ß√£o. √Č preciso abrir o cora√ß√£o, apostando na continuidade da rela√ß√£o, buscando mais clareza e sa√ļde para a rela√ß√£o. Se o casal n√£o tem a capacidade de ter este tipo de conversa, √© aconselh√°vel que procure um orientador de casal para isso.

6) O que diria para alguém que está à beira de um ataque de nervos?
Dedique-se a se conhecer melhor. Sem autoconhecimento, sem voc√™ saber o que quer o n√£o para sua vida, as rela√ß√Ķes tendem √† confus√£o. Abra-se para a sabedoria divina. Aproxime-se de pessoas que podem te ajudar. Voc√™ precisa de ajuda. Sozinho(a), √© dif√≠cil superar situa√ß√Ķes com estas.

As mudan√ßas n√£o s√£o f√°ceis, pois n√£o se trata apenas de decis√Ķes racionais. Somente com muita clareza, determina√ß√£o e trabalho interior, aplicando-nos a cada momento, sem desistir, √© que elas acontecem. Neste caminho, com o tempo, iremos celebrar as t√£o desejadas conquistas.
Sergio Savian Рpsicanalista clínico
(agende uma consulta presencial ou on line)

A humildade é necessária para crescer

Neste mundo de tantas edi√ß√Ķes, as pessoas se apresentam como se fossem perfeitas. A cultura do politicamente correto predomina e, como ningu√©m √© santo, e todos n√≥s temos muitas imperfei√ß√Ķes, cultiva-se a culpa por ser insuficiente. Mas a culpa n√£o resolve nada, ela √© o c√Ęncer da alma, n√£o resolve os conflitos. Voc√™ se sente culpado, e com seus julgamentos faz com que os outros sintam-se assim tamb√©m. Por isso, se voc√™ pretende tra√ßar um caminho verdadeiro de crescimento pessoal e evolu√ß√£o espiritual, pare de julgar, olhe-se corajosamente de frente, e, ao inv√©s de se preocupar tanto em apontar as falhas dos outros, reconhe√ßa sua pr√≥pria sombra. Assim, com a humildade do autoconhecimento, partindo do ponto em que realmente est√°, sem maquiagem, sem edi√ß√Ķes, vai excluindo tudo o que √© ilus√≥rio, tudo o que n√£o serve e, quem sabe um dia desfrutar√° do melhor de si mesmo e da vida. N√£o tem outro caminho.

Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamentos
(agende uma consulta presencial ou on line)

Enquanto você espera, aproveite para relaxar

Cada vez que as coisas n√£o acontecem no seu tempo, no tempo que gostaria que acontecessem, voc√™ fica ansioso. Quando se trata ent√£o dos relacionamentos amorosos, pior ainda. O outro n√£o responde sua mensagem, n√£o comparece, e voc√™ fica agitado, conferindo o Whatasapp, de minuto em minuto. Perde a racionalidade. Na fila do supermercado, no tr√Ęnsito, aguardando uma resposta de algu√©m, sempre haver√° um motivo para voc√™ pirar. Nessas horas a frase “Enquanto eu espero, aproveito para relaxar” √© de extrema utilidade. Funciona como um mantra, um instrumento do pensamento, que acalma. Experimente!
Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamento
(agende uma consulta presencial ou on line)

O amor é um escudo protetor

Voc√™ corre o tempo todo para se manter em uma posi√ß√£o que pode perder a qualquer momento. √Č estimulado a comprar (e gastar) cada vez mais e para isso trabalha feito louco sem questionar a qualidade de sua vida. A propaganda √© contradit√≥ria, induzindo-o a consumir coisas e pessoas o tempo todo, sem que isso lhe traga real satisfa√ß√£o e felicidade, como √© prometido. Assim, tudo se torna f√ļtil, ef√™mero, superficial, em meio a uma competi√ß√£o feroz, quando n√£o temos certeza de nada e o amor nos escapa entre os dedos. Os caminhos que s√£o oferecidos mostram-se inconsistentes e n√£o nos levam a uma vida digna. N√£o √© √† toa que a depress√£o √© a doen√ßa do s√©culo! Por isso √© fundamental alimentar e desenvolver os v√≠nculos de amizade e prestar aten√ß√£o na maneira com que nos relacionamos com a gente mesmo e com os outros. √Č preciso ter consci√™ncia para andar na contram√£o disso tudo. S√≥ assim criaremos um escudo para nos proteger das √°guas turbulentas deste mundo t√£o carente de uni√£o e sentido existencial.

Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamentos
(agende uma consulta presencial ou on line)

Respons√°vel por si mesmo

Voc√™ pode levar a vida como todo mundo, fazendo tudo igual, tudo o que deve ser feito. Existe tamb√©m a possibilidade de voc√™ sair do caminho da ro√ßa, encarando a vida como uma obra de arte. A diferen√ßa entre o primeiro e o segundo caminho est√° na decis√£o de responsabilizar-se por si mesmo. Senhor de si mesmo, m√£e de si mesma, voc√™ para de acusar os outros por suas desaven√ßas. Sai do ressentimento, e coloca toda a energia para reconhecer quem voc√™ √©, o que quer ou n√£o para si. E age, fazendo escolhas, n√£o a partir de comandos alheios, mas a partir da sua pr√≥pria vontade. √Č assim que desabrocha em todo seu esplendor e espalha seu perfume para quem quer que esteja ao seu lado. √Č assim que voc√™ se torna uma pessoa realizada e feliz por colaborar com sua forma √ļnica de ser.
Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamentos
(agende uma consulta presencial ou on line)

Liberdade de escolha

Basicamente todos n√≥s somos dotados de vontade e liberdade de escolha. Para que a vida se torne ¬†uma obra de arte, √© preciso entender que o mundo √† sua volta n√£o √© algo “dado” e definitivo. √Č poss√≠vel transform√°-lo, e voc√™ mesmo pode ser alterado ao se dedicar √† tarefa de mud√°-lo. Sua vontade e escolhas deixam assim suas marcas na vida √† despeito de toda a press√£o esmagadora de for√ßas externas que imp√Ķem um “voc√™ deve” onde deveria estar ¬†um “eu quero”. E quando voc√™ conclui que o caminho escolhido n√£o leva a lugar algum, e que chegou a hora de abandon√°-lo, qual a melhor escolha a fazer? N√£o existe uma resposta ¬†direta e inequ√≠voca a esta pergunta. Cada decis√£o tende a permanecer arbitr√°ria, pois ningu√©m est√° livre de riscos e seguro contra o fracasso e desapontamento posteriores. Para cada argumento em favor de uma escolha, pode-se encontrar um contra-argumento n√£o menos consider√°vel. A verdade √© que a vida caminha na companhia da incerteza! E no final das contas, todos n√≥s vamos fazendo nossas escolhas, cheias de riscos, vamos construindo o pr√≥prio destino, sem ter certeza de nada!

Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamentos
(agende uma consulta presencial ou on line)