Narcisismo virtual

Nunca vi tanta gente tirando foto de si mesma! E depois fica olhando, olhando, e ainda por cima posta sua imagem no face book para todos verem. Não importa  exatamente o que você faz, o que sente ou pensa, o que vale é mostrar para os outros.

Você precisa da aprovação, do reconhecimento. “Quantas pessoas vão curtir o que postei? Sabe o número de “amigos” que coleciono no face, no linkedin, no msn, no par perfeito,  no manhunt?  Qual é o seu público? Será que você já é famoso o suficiente?

Isso. Coloque-se na vitrina, exponha-se como mercadoria. Mas tome o cuidado de editar-se. Não diga a verdade, caso contrário seu “ibope” vai cair. Faça um tipo. Carão. “Odeio isso”, “Odeio aquilo”, julgue bastante e deixe-se ser julgado. Afinal, falem mal, mas falem de mim!

Depois você reclama que o amor não acontece. Depois você reclama que ninguém se compromete. Depois você reclama que está só e que começou a ficar deprimido. Mas, não desanime. Continue colecionando contatos  virtuais. Faça de conta que não está sozinho.

E na presença de alguém da família, conhecido ou paquera, não esqueça de fotografar o encontro, e lógico, de postar o mais rápido possível. Vá ao twiter  avisar os seus seguidores que você é feliz. Afinal de contas você é um cara CONECTADO!

Continue se masturbando com a imagem deste espelho moderno que é a tela de seu note, do net, do smart fone. E faça de conta que é alguém!

 

 

Tags: