Não existem atalhos para o crescimento pessoal

Cada um de nós encontra-se em um ponto bem específico da evolução. Você pode até tentar alguns atalhos, desviando-se da rota, mas não dá certo. Mais cedo ou mais tarde seremos redirecionados para o aprendizado e o crescimento. Você fica doente, os negócios não dão certo, fica desempregado, o amor não fui. É assim que se dá conta dos seus equívocos. Não tem jeito. Para lidar com as contradições e conflitos, as crianças vão construindo uma personalidade baseada em mecanismos de defesa. Famílias neuróticas, sociedades neuróticas, valores questionáveis, repressão, buling, moralismo, tudo isso nos leva a criar o ego, que é uma tentativa de sobreviver ao meio de tantas dificuldades. Este ego, porém, é somente um arranjo, mas não é, nem de longe, quem você realmente é. Com bastante dedicação ao autoconhecimento, fazemos o caminho de volta, identificando tudo aquilo que não somos e, pouco a pouco, retornamos ao self, nosso ser pleno. Da mesma forma que todo rio tem como destino o oceano, mesmo que não percebamos, nós fluímos o tempo todo para a verdade.
Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamento

Tags: ,