Falta de limites

Algumas pessoas se relacionam invadindo a vida dos outros sem nenhuma noção da privacidade alheia. Elas trazem este modelo da sua família original, quando eram investigadas sistematicamente. “Onde você foi? Com quem estava? Por que se atrasou?” – inspecionadas, com total falta de liberdade. As relações sem limites são desrespeitosas e baseadas na desconfiança – controle total, invasão do celular, do facebook, e assim, não dá para dizer que exista amor. Conviver com alguém sem limites é complicado e exige que você se posicione o tempo todo, caso contrário, é certo que será dominado ou até massacrado. E a melhor forma de se proteger é dizer em alto e bom tom: “Pare! Não quero e nem permito que me invada. E se não parar, não ficarei mais ao seu lado!” – e, respeitando a si mesmo, cumpra a promessa.

Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamentos