“Compromissofobia”

Ao nos comprometermos com alguém, é como se estivéssemos assinando um cheque em branco. Surge assim a “compromissofobia”, caracterizada pela falta de disposição em dar continuidade aos relacionamentos a despeito de qualquer adversidade, o que quer que aconteça. Os novos relacionamentos, de compromisso light, reduzem seu tempo de duração. O até que a morte nos separe é substituído pelo até que a satisfação desapareça e comece os problemas. Para estar junto de alguém e atravessar os períodos difíceis, é preciso amadurecer. Relações de compromisso saudáveis só são viáveis para duas pessoas que, além do compromisso com o outro, também se comprometam com seu próprio crescimento. Só assim você lidará com os conflitos com inteligência emocional. Com autoconhecimento você compreende que os conflitos trazem aprendizado. Sem autoconhecimento as relações tendem a um grau insuportável de tensões, com o afastamento prematuro dos envolvidos. Sobra assim uma grande frustração causada por vínculos frágeis, fugazes, que não nos preenchem na ânsia de amar.

Sergio Savian- psicanalista especializado em relacionamentos
(agende uma consulta presencial ou on line)

Tags: , , , ,