Aqui ninguém é santo!

Uma coisa é a maneira como você se apresenta aos outros, outra coisa, é quem você realmente é. Na insistência em denunciar o mal dos outros, você não reconhece que ele também pode estar dentro de si. Quer dizer, aqui, ninguém é santo. Somente com muita humildade e um intenso trabalho de autoconhecimento é que nos damos conta de nossas qualidades e defeitos. Todo mundo tem um lado bom e outro ruim. É certo que alguns pendem mais para um lado que para o outro. E, se você está sempre acusando, sempre irado com a maldade alheia, perde seu tempo, que poderia dedicar à consciência de si. Isto é inteligência emocional. Isto é o que precisamos para nos relacionar com mais decência e sabedoria.
Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamentos
(agende uma consulta; participe do grupo de autoconhecimento)

Tags: , , , ,