Antes de dar lição de moral verifique se as pessoas estão realmente interessadas

Cada um tem seu próprio ritmo para crescer e amadurecer. Por mais que você tente mostrar para alguém os caminhos que deve seguir, de nada adianta, se o outro não estiver no momento certo para isso. Qualquer frase que comece com “Você devia…” não funciona. O único dever de cada um é cuidar da própria vida sem atrapalhar a dos outros. Dando conselhos, sem que sejam solicitados, você cria sentimento de culpa no outro. E, se quiser provocar alguma mudança, comece por si, mudando sua própria atitude, e não dando conselhos aos outros. Pergunte-se: o que leva alguém sair por aí repetindo “Você devia, você devia, você devia…” Seria um complexo de superioridade? Seria uma forma de sentir-se por cima, colocando os outros para baixo? Por isso, antes de dar lição de moral verifique se as pessoas estão realmente interessadas, caso contrário, é bem capaz que você provoque o afastamento daqueles que o consideram muito chato.

Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamentos
(agende uma consulta presencial ou por Skype)

Tags: , , , ,