A linguagem corporal na hora da conquista

Entrevista para o Portal UOL

É possível conquistar usando a linguagem corporal?
Só é possível conquistar usando a linguagem corporal. Por mais inteligente que você seja, por melhor que saiba falar, se não tiver uma boa entonação de suas palavras, movimentos harmônicos, uma boa postura, colocará tudo a perder na hora da conquista. Uma pessoa desajeitada com seu corpo, desengonçada, tem pouquíssimas chances de conquistar alguém. Mesmo que conquiste, sua pegada, seu beijo, sua maneira de fazer sexo estarão comprometidas se não tiver uma boa linguagem corporal. A boa conquista exige que você tenha intuição para ler o corpo dos outros, caso contrário você se sentirá perdido na comunicação.

Você teria algumas dicas de como agir?
Existem pessoas que têm uma boa desenvoltura corporal. É provável que durante seu processo de formação tenham exercitado bem o corpo com brincadeiras e esportes, por exemplo. Outras, foram criadas dentro de casa, com muita repressão, em frente à televisão, ao computador. Estas, não desenvolvem um bom repertório de expressão corporal. Você só desenvolve uma boa leitura corporal se trabalhar seu próprio corpo.

É possível entender os sinais do outro para saber se ele está interessado?
Para você se relacionar bem com as pessoas precisa ter inteligência emocional e esta é diretamente proporcional à inteligência do corpo. Nós aprendemos a linguagem corporal durante a vida, relacionando-nos e observando como as pessoas se relacionam. Neste sentido, a família costuma ser a primeira referência. As crianças imitam os pais. Depois, com o tempo, vamos aprendendo com as outras pessoas do nosso convívio. Sendo assim, se você fica restrito a poucas relações, restringe também este aprendizado. Ao contrário disto, se você tem a possibilidade de interagir com muita gente, expande sua linguagem corporal.

Quais são os gestos mais freqüentes?
Você se torna melhor conquistador, quanto mais jogo de cintura tiver. Então, se aprendeu durante sua vida no contato com muita gente, estará mais apto para responder criativamente às comunicações. Mas, se foi educado à base do medo e da repressão, terá dificuldade em compreender a linguagem corporal dos outros e conseqüentemente a linguagem da emoções. Neste casos, precisará passar por um trabalho de reeducação por meio de programas de desenvolvimento da linguagem corporal.

Serviço:
Mais informações no site www.sergiosavian.com.br

Tags: