A expansão da alma encontra-se no desconhecido

Cada um de nós vive em sua zona de conforto, o lugar previsível onde nos conhecemos bem, que controlamos, que dominamos. Mas tudo que é muito seguro tende à estagnação. Fica sem vida. Nem sempre este lugar é bom, pois é exatamente aí que você não cresce. Aliás, o lugar mais seguro que existe é o caixão. Dentro de todos nós pulsa uma grande vontade de expansão. Mas, para que isso ocorra, é preciso que você tenha uma boa relação com o desconhecido, onde você precisa ser criativo, desenvolver novas habilidades, onde se surpreende e até mesmo se apaixona. As situações externas pedem que façamos mudanças e, quando resistimos, passando do ponto, sofremos consequências desagradáveis, senão dramáticas, como é o caso da perda de um negócio ou até mesmo uma enfermidade. Ao analisarmos devidamente os sonhos encontraremos mensagens do nosso ser mais sábio que aponta para as transformações. Apesar disso, insistimos na paralisação, e não mudamos. Cria-se assim um enorme conflito entre a alma, que deseja expansão, e a personalidade que resiste em mudar. Por isso, se você pretende viver em harmonia consigo mesmo, com alegria e fluidez, reveja a sua relação com o desconhecido.
Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamento
(agende uma consulta presencial ou à distância)

Tags: , , ,