A culpa pode ser do outro, mas a raiva é sua

Sentir raiva é humano, significa que você está vivo, que suas emoções estão funcionando. Se você é muito polido e educado e tem sua raiva completamente controlada, algo de muito errado está acontecendo. Sendo assim, qualquer um pode invadi-lo, pode manipulá-lo, pode passar a perna em você. Sem raiva, você não se protege, fica sem dignidade. Além disso, é a raiva que nos move para conquistar novos espaços. Você enfrenta os desafios, avança na vida. Este é o lado bom da raiva. Mas também existe o lado ruim. É quando você fica remoendo uma história por muito tempo, quando a raiva se transforma em ódio. Quando você fica obsessivo e só pensa na mesma coisa. Quando se torna vingativo. Faz planos para acabar com o outro. Resolva sua raiva o mais rápido possível, caso contrário ela o irá consumir. Você ficará doente. Sua vida se tornará um inferno. Um bom parâmetro é não deixar que a raiva se estenda por mais de 24 horas. Não deixe que ela passe para o dia seguinte. Faça alguma coisa. Vá para frente do espelho, olhe para seus olhos, e veja como você está feio quando sente raiva. A culpa pode ser do outro, mas a raiva é sua. Exatamente por isso, algo pode ser feito. Mude sua maneira de pensar. Vá correr no parque. Descarregue sua tensão e alimente seu ser de coisas boas. Livre-se da raiva e volte a ser o que você é na essência, um sujeito amoroso. Não é melhor assim?
Sergio Savian – psicanalista especializado em relacionamento
(agende uma consulta presencial ou à distância)

Tags: , ,